Arquivo | Textos RSS feed for this section

ELE NÃO VAI MORRER

24 maio

Corações

“Pessoas vem e vão na nossa vida, e quando você acha que a tal pessoa vai ficar, ela não fica, quanto mais a gente quer que ela fique, ela não fica. Eu to sozinha agora, posso ter mil amigos, e posso dizer que sou rodeada deles, porém eu estou sozinha, a única coisa que eu tenho agora é um amor, um grande amor, dentro do meu peito, agora somos só eu e ele, esse amor dói, lateja, me mata aos poucos, porque ele é sozinho agora, na verdade só me tem de companhia! Ele tá pedindo pra morrer, ele não agüenta mais o sofrimento, como um paciente no estado terminal, mas eu sou aquela mãe tão apegada, que morre de esperanças que ele se recupere e volte a ser aquele amor lindo e perfeito que era, eu morro de esperanças que ele seja a felicidade, a paz, que era. As pessoas envolta querem que eu deixe desligar os aparelhos, mas eu me recuso! Eu bato o pé, eu faço escândalo, mesmo que vê-lo nesse estado doa! Ele é a única coisa que eu tenho, eu não vou perder as esperanças, até que alguém desligue os aparelhos sem que eu saiba! Ai eu vou desabar de vez, vou morrer por dentro, a única coisa que vai me restar vão ser lembranças, de como ele foi bonito, e de todas as coisas que ele me fez sentir! Mas eu acho que ninguém seria tão cruel a ponto de desligar os aparelhos para esse meu amor morrer, ele vai voltar, eu sei que vai!” – Vitoria Bohaenco