Arquivo | Um Texto Que Eu Gosto RSS feed for this section

1 DE JULHO

2 jul

anypics.ru_29037

Oi meninas tudo bom?

Vocês já pararam pra pensar que estamos mais ou menos na metade do ano? Talvez um pouco mais da metade, mas é mais ou menos isso. E quem passou esses 6 meses sofrendo, ou algo assim, será que não está na hora de desapegar? Eu já desapeguei a um tempo, mas quem ainda não desapegou, tá na hora de desapegar, não é?

Sempre foi o tipo de garota que acreditava no melhor das pessoas. Acreditou em promessas que jamais foram cumpridas, deu chances a quem não merecia e depositou esperanças em histórias sem finais felizes. Acreditar é sinônimo de decepcionar, ela sabia. Mas não queria ceder a essa realidade tão cruel, não podia. Teve seu coração destroçado, estraçalhado, partes por todos os cantos da casa, sentimentos jogados ao vento e palavras que rasgavam seu peito a cada vez que relembradas. “O problema não é você, sou eu.”, “Você é perfeita, mas não é isso que eu procuro..”, “Estamos em épocas diferentes..”, “Não sei se queremos as mesmas coisas”. Acreditar, se decepcionar, cair, levantar, acreditar de novo? Não, isso precisava mudar.

Decidiu que precisava se livrar de tudo que remetia ao seu eu antigo. Jogou fora suas roupas velhas, sabe, aquelas camisetinhas já não faziam sentido; rasgou fotos como se estivesse rasgando o seu passado das suas lembranças e se desfez de presentes que tanto a encantaram um dia. Se era pra desapegar do passado, que desapegasse também da sua própria imagem: cortou o cabelo como se estivesse assumindo uma nova identidade e, mais importante, mudou seu modo de enxergar as pessoas. Abriu os olhos e não gostou do que viu. Como as pessoas eram falsas e forçadas! Quantos relacionamentos baseados no medo de ficar sozinho?  Mulheres se desvalorizando a troco de atenção só por uma noite? Homens mentindo, traindo e sendo perdoados no dia seguinte? Amizades sendo jogadas no lixo? Que mundo, hein.

Você já deve ter escutado muitas  histórias sobre pessoas decididas, e bem, essa é uma delas. Sabe aquela garota que acreditava no melhor das pessoas? Ela resolveu colocar o coração pra hibernar; a típica, e tão clichê, mulher independente que não precisa de ninguém. Se desapegou da ideia de que ser feliz é ter alguém ao seu lado; “Ter alguém ao meu lado? Para que?” Só me retem.” Preencheu seu coração com tanto amor próprio que não sobrou espaço para mais nada. E ainda me perguntam, como se tornar uma pessoa indiferente e desapegada? Tá aí, a vida nos faz assim.

Chega um dia que cansamos de ser boas sem nenhum reconhecimento, afinal, ser boazinha? À troco de que? Trato as pessoas como elas merecem, e sim, elas merecem toda minha desconfiança e indiferença. O pouco de sentimento que restou dentro de mim está guardado e esperando alguém que o mereça, porque cá entre nós, a única pessoa digna desse amor todo sou eu. Ser desapegada é não dar chance para que alguém te decepcione.

Desconfio antes de acreditar, sou indiferente antes de me importar, não me apego a qualquer um e deixo que cada um siga o seu caminho, mesmo que diferente do meu.Sei que não posso segurar as pessoas pela camisa e obrigá-las a ficarem ao meu lado. Por isso dou meu melhor sorriso e digo meu sincero adeus. Pode ir, se sentir falta, volta. Se eu vou estar aqui? Talvez. Me desapeguei de ideias, pessoas, lugares e de esperanças. Não espero nada das pessoas, não fico muito tempo no mesmo lugar, não tenho sonhos e não tenho um plano de vida traçado. Vou vivendo assim, dia após dia, feliz com minha mania de não se importar com o que vai acontecer.

O indiferente de hoje é aquela pessoa que já se importou demais, e por quem não merecia. 


Eu espero sim que alguém um dia me surpreenda, me faça acreditar, tire meu escudo e me diga que eu posso confiar. Mas enquanto essa pessoa não vem.. Não se apega não. Estou feliz sozinha!” – Isabela Freitas

Eai meninas, vamos desapegar? Espero que tenham gostado!

Beeeeijos ❤

Anúncios

UM TEXTO QUE EU GOSTO

26 jun

tumblr_m7fmgdb5kB1rw4hcwo1_500

Sempre me perguntam como estou por educação, e minha vontade é de responder sem educação. COMO ACHA QUE EU ESTOU? Faz semanas que não durmo direito, e quando durmo acabo acordando no meio da noite para chorar feito criança. Dá até vontade de gritar a mamãe e contar que estou vivendo um pesadelo. Cada dia que passa, parte de mim está morrendo. As vezes me olho no espelho e nem me reconheço mais, pareço até um zumbi com essas minhas olheiras horrorosas que só faltam berrar: “PRECISO DE VOCÊ!” O que exatamente eu virei? Uma depedente do amor? Droga! É uma droga essa droga que me droga. Essa droga mata, amor mata, você mata. Então descobri que você é a droga do amor. A droga que me fez perder pessoas, perder a noção e me perder. E ainda perguntam como eu estou? A verdade é que vou sorrir e dizer “Bem”, e ninguém mais vai insistir no assunto. Até porque, cá entre nós, ninguém se importa.” – Thiara Macedo

O tumblr da autora é este.

Espero que tenham gostado!

Beeeeijos ❤

UM TEXTO QUE EU GOSTO

19 jun

tumblr_m6lezhvmS21qkq38zo1_500

O fato é que eu não sei dividir as pessoas que eu amo. Eu nunca soube mesmo. Meu coração não aceita a triste ideia de perder algo pra alguém, assim tão fácil. É como se eu trancasse tudo com sete chaves, protegendo de todas as formas possíveis e impossíveis. Não suporto a ideia de perdê-las nem que seja por um instante. Egoismo? Não. Eu chamo de cuidado. É tão difícil conseguirmos uma coisa a qual a gente tenha tanto amor que o medo de perdê-la é maior do que qualquer coisa que possa existir. E eu nunca fui de ter coisas assim, que eu pudesse dizer que realmente “são minhas”. As poucas coisas que eu prezo realmente são importantes pra mim. Não são coisas materiais, são pessoas. Pessoas que eu amo e que se tornaram especiais na minha vida. Então, porque perdê-las assim de bandeja pra primeira pessoa que aparece? Não me parece justo. Isso me preocupa bastante, tira meu sono, me desconcentra. E o pior pra mim é perceber que as coisas realmente começam a escapar por entre meus dedos. Não posso mais segurá-las, não posso mais trancá-las em algum lugar distante, onde ninguém possa ter acesso. E é ainda pior quando eu percebo que as pessoas não fazem o mínimo de questão pra impedir que isso aconteça. Já não dão tanta importância pro que pode acontecer com os antigos laços. Tudo o que a gente construiu com tanto cuidado acaba sendo insignificante pra alguém. Foi tudo em vão? E o que me resta fazer? Nada. Apenas aceitar. Reencontrá-las com um sorriso nos lábios que me sirva pra disfarçar a dor. E dói bastante, não é pouco. Mas a gente acaba se acostumando a perder, não? Acho que me acostumei.”  – Shieldd

O tumblr da autora é este.

Espero que tenham gostado!

Beeeeijos ❤

UM TEXTO QUE EU GOSTO

12 jun

tumblr_kvyr4rlFKo1qa6ii6_large

“Eu não quero respostas. Não mais. Não quero que você volte atrás, nem quero que diga que se arrependa. Não tem nada mais para ser dito e nem discutido. Você pediu por isso, insistiu por isso, implorou por isso. Pra que eu desistisse, pra que eu fosse embora. No seu lugar, eu também não teria insistido muito. Mas no meu lugar, qualquer um teria desistido. Eu fiquei do seu lado, eu me importei quando ninguém se importava. Eu entendi a sua tristeza, eu compreendi o seu silêncio. Eu entendi tudo. Eu me coloquei em segundo lugar, só pra deixar você em primeiro. Eu passei a amar menos as pessoas, pra poder te amar mais. E em todo lugar que eu ia, eu queria estar com você. Eu deixei todas as pessoas do mundo por você. Porque eu achava que você valia mais do que todas as pessoas do mundo juntas. Eu achava que você era tudo. Mas olha só agora, olhe hoje por exemplo. Eu não quero nem respostas. Não quero mais nada, nem exijo mais nada. De todas as coisas do mundo, eu só queria que você tivesse me entendido. Queria que tivesse ficado, sabe? Queria que você não tivesse desistido, e que não tivesse me obrigado a desistir também. Eu queria muita coisa. Eu quis muita coisa. Hoje não, hoje eu não quero nada. Não quero mais.” – robin and stubb.

O tumblr da autora é esse.

Espero que tenham gostado! Beeeeijos ❤

UM TEXTO QUE EU GOSTO

31 maio

casal_chuva

“Você sabe que eu não sou uma pessoa fácil de se conviver, você também sabe do meu jeito marrento de ser, você sabe que eu não gosto de melação, você sabe que eu odeio drama, você sabe que eu não gosto que te chamem da maneira que eu chamo, você sabe que me irrita, você sabe exatamente como implicar comigo, e você acha que precisa de tempo para me decifrar, para saber quem eu sou, mas eu quero te dizer que você não precisa de nada disso porque com você eu consigo ser eu mesma, consigo ser tão espontânea e ter um sorriso sincero quando estou contigo mesmo que seja muito distante, eu te tenho aqui, te sinto aqui e vou te esperar um dia para poder te abraçar, te sentir e poder te fazer rir. Você sabe que eu odeio chorar, e sem pensar duas vezes eu chorei por você, eu realmente tive medo de te perder, eu não posso te perder, eu não suportaria conviver com a culpa de não ter feito nada para te salvar, e cada lágrima minha é como se fosse um pedido de socorro, é como se elas fossem chegar até você, eu preciso de você e preciso que você fique forte por nós, eu não consigo esconder quando gosto de alguém e eu realmente gosto de você, eu gosto de implicar com você, gosto de dormir escutando a sua voz cansada, gosto quando você se preocupa comigo, e gosto da forma que você diz que me odeia, até porque isso é como um eu te amo né? E acredito que é o mais sincero eu te amo que pode sair de nós. Eu não sei o que realmente acontece comigo quando estou com você, eu só sei que entregaria a minha vida pela tua, e isso não é da boca pra fora porque eu preciso te proteger, eu tenho essa necessidade. Eu não gosto de te ver sofrer até porque eu sofro muito mais, então eu sempre vou fazer de tudo para que você fique bem. Odeio o fato de ter pessoas que se incomodem com a gente, elas não sabe o quanto isso só nos fortalece e nem precisam saber porque o que nós temos só nós sabemos e é isso que importa, ninguém tem nada com isso e eu não quero que você se preocupe, porque nunca ninguém vai te tirar de mim. Eu poderia escrever um pouco da nossa história aqui, parece que faz tanto tempo que te conheço, mas por enquanto isso não passa de semanas, só que sinto como se te conhecesse a minha vida inteira. E mesmo sem querer você é como um labirinto, um enigma, você é algo que aos poucos eu quero decifrar, é um livro que estou aprendendo a ler e interpretar, é como uma aventura que só eu quero participar, é como algo extraordinário que me dá prazer só de pensar, é como se já fizesse parte de mim, e é como se eu morresse aos poucos quando você não está aqui. Então te peço por favor esteja aqui, não me deixa como as outras pessoas, elas tem uma mania de chegar e partir porque devem se cansar de mim, mas não se cansa de mim tá? Eu vou tentar te manter aqui, eu vou tentar ser o melhor pra ti. Não sei o porque de te dizer tudo isso, mas é como se fosse uma necessidade, eu já estava guardando muitas palavras para você, mas eu quero que você se lembre o quanto eu odeio você, e o quanto esse ódio é tanto que chega a ser amor, e você me disse “sei lá as vezes acho até que te amo”. E eu te digo o mesmo porque você é tão idiota, tão bobo, tão meu.” – Sobre ele. Rayssa.

Esse texto eu peguei do tumblr, e o tumblr da autora é esse aqui.

Espero que tenham gostado!

Beeeeijos <333